Buscar

CrossFit , cultura e estilo de vida


Qual a primeira coisa que vem a sua mente quando você escuta a palavra “Família”?

Durante algum tempo usamos a denominação família pra definir as pessoas em Box CrossFit. Agora, imagine sua mãe às 6h00 da manhã de um sábado te acordando quando você quer dormir. Agora imagine o seu pai que tomou umas e outras pronto para fazer uma besteira e resolve sair de casa sem as calças… agora imagina aquele seu tio chato apertando seu pescoço e perguntando como vão as namoradas… Família é algo muito bom, todos nós temos. Cada uma com seus defeitos e qualidades, você não pode mudar o seu sangue, não importa o quanto gostaria.

Times são diferentes. A sua equipe o não ama porque eles precisam. Eles o amam porque querem. Enquanto sua família pode ser solidária, é a sua equipe que está enterrada na lama ao seu lado trabalhando, comemorando, atacando, defendendo. Uma equipe confiável e cujo membros querem desesperadamente que você seja bem-sucedido e fará tudo para que isso aconteça. Um grupo de pessoas que entendem o que você está passando porque estão passando com você.

Equipes ganham o Super Bowl. Equipes vão para um Mundial. Equipes vão a guerra, equipes vencem obstáculos enormes e tornam o impossível possível. Uma equipe tem expectativas. A família aceita.

De certa forma nossa família nunca poderia nos responsabilizar da forma que nosso time o faz, obrigando a nos tornar mais do que imaginávamos que poderíamos ser.


(Foto: Márjori Mansur, 1º Throwdown CrossFit Santista - Bons Tempos. A cultura se dissemina ...)

Os Ginásios de CrossFit são equipes, possuem padrões diferentes entre si, mas são cruciais para a cultura que criam:

Você deve comparecer. Você deve tentar. Você deve celebrar suas conquistas. Você deve aplaudir o progresso de seus colegas equipe. Você não precisa ser o melhor, você deve dar o seu melhor.

A cultura CrossFit transcende a aptidão física. Isso faz parte de quem somos e quem somos orgulhosos de ser. O fundador do CrossFit Greg Glassman disse: “O que você faz torna-se atraente, eles o amam por isso.”

Glassman não estava falando de Thrusters e Burpees. Ninguém ama você por isso. Ele falava sobre algo que você dá e que ninguém mais pode fornecer: uma cultura que tira as pessoas da zona de conforto, uma cultura que transforma. Uma cultura de virtuosismo, consistência e confiança. Uma cultura, segundo coach Glassman com uma “perseguição constante e implacável pela excelência.”


Por: Diego Righetto

Head Coach CrossFit Santista - CF Lv2 Trainer - Eleiko Lv1


57 visualizações
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

Segunda a Quinta

7:00 às 14:00

16:00 às 21:30

Sexta

7:00 às 14:00

16:00 às 21:00

Sábados

09:00 - 11:30

ENDEREÇO

Rua Dr. Carvalho de Mendonça, 182

Encruzilhada - Santos
contato@crossfitsantista.com

Tel: 013 3221-1128

 

  • Flickr Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • Facebook Social Icon

© 2013 por CrossFit Santista. Orgulhosamente criado pelo Head Coach Diego Righetto